• 0 votos - 0 média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Tradução:
#1
Há um ditado comum no ativismo ace sobre identidades serem ferramentas; sobre, ao invés de tentar descobrir qual caixa é a "certa", você poder se sentir livre para pegar algo se for útil e para deixar de lado se não for.

Quero levar essa analogia um passo adiante e quero falar sobre como não há uma solução única para todas as aplicações quando se trata de identidades – e de ferramentas –; sobre como muitas vezes é necessário ter uma caixa de ferramentas completa, com cada ferramenta podendo ser usada de forma um pouco diferente.

Aqui estão apenas alguns exemplos das situações para as quais você pode precisar de diferentes identidades/ferramentas:

  • Identidade pode ser uma ferramenta utilizada para validação interna ou pessoal. Saber sobre um conceito referente à identidade pode ajudar as pessoas a provarem que não estão sozinhas, que não estão quebradas, que talvez porque não estavam se encaixando em nenhuma das outras caixas existentes foi porque havia uma ainda melhor que simplesmente não conheciam. Logo, a identidade pode servir como uma estrutura que ajuda a compreender e a processar os próprios sentimentos e as próprias experiências, mesmo que você nunca diga nenhuma uma delas em voz alta.
  • Identidade pode ser uma ferramenta utilizada para encontrar conteúdo relevante. Ter uma nova identidade para uma experiência específica permite que as pessoas indexem-na ao conteúdo associado a essa experiência e pesquisem por outras experiências similares. Assim, se você tem um termo, você tem algo que pode digitar no Google ou procurar pelas tags dos escritos, dos recursos, das comunidades, das pesquisas.
  • Identidade pode ser uma ferramenta utilizada para se conectar com comunidades que pensam da mesma maneira. Assim como você pode usar um termo para encontrar conteúdo relevante, você pode usar uma identidade para encontrar e se conectar com pessoas que pensam da mesma maneira, pesquisando por comunidades associadas a ela ou usando-a para transmitir algo sobre você mesme, tal como: "Ei, eu sou x, o que significa que eu experimento x! Se você também for x, talvez tenhamos alguma coisa em comum!"
  • Identidade pode ser uma ferramenta utilizada para comunicar aes outres algo diferente sobre si. Assim como a identidade pode ser usada como uma forma de sinalizar algo a seu respeito para pessoas que possivelmente sentem o mesmo, ela pode ser uma maneira de sinalizar aes outres que algo sobre suas experiências diferem das delus.

As identidades também são como ferramentas na medida em que variam na frequência com que são úteis, na adequação à tarefa em questão:

  • Algumas são ferramentas de uso geral, como facas suíças: São fáceis e úteis o suficiente para serem carregadas diariamente; são generalizáveis o suficiente para poderem ser usadas em quase todas as situações, podendo ser, com frequência, a primeira coisa que você agarra.
  • Algumas são ferramentas especializadas, como uma chave allen de 1,5 mm: Provavelmente, por você não usar com muita frequência, ela fica em casa em uma caixa fechada no armário. E, quando você a tira, é apenas para propósitos específicos – talvez apenas um ou dois de todos os anteriores –, ficando feliz de tê-la à mão.
  • Algumas não são a solução mais apropriada, mas podem fazer o trabalho, como usar um martelo e uma chave de fenda de cabeça chata para esculpir um pedaço de rocha: Não é para isso que foram projetadas, e talvez não sejam as ferramentas apropriadas para a ocasião, mas, quando é tudo ao que se tem acesso no momento, você sabe que ela está disponível como backup.
  • Algumas são mais sentimentais do que úteis (e isso não faz mal): Às vezes você tem ferramentas que antes funcionavam muito bem, mas que agora estão um pouco soltas ou um pouco enferrujadas ou não funcionam para o que é preciso. Mesmo assim, elas significam algo para você em um nível emocional, o suficiente para querer mantê-las em sua caixa de ferramentas e querer tê-las perto de você.

No final, eu tenho uma grande variedade de ferramentas por caixa. Quanto mais recolho, maior a probabilidade de ter algo à mão se eu precisar ou se eu encontrar alguém que também poderia usá-las.

— Link da postagem original: https://nextstepcake.wordpress.com/2020/...e-toolbox/
  Responder
#2
Eu lembro de ter lido o texto original no blog, e é realmente ótimo.


Além disso, tem a questão de certas pessoas realmente não fazerem questão de usar os termos mais específicos possíveis. Algumas usam termos que são meio adjacentes às suas experiências mesmo que não se encaixem bem nas definições mais comuns deles, e outras usam termos mais gerais mesmo que possam usar termos mais específicos.

E tem a questão de certas identidades mais específicas (no caso, as identidades que não são as mais comuns mas também não são específicas ou desconhecidas demais) servirem bem como formas de encontrar pessoas com experiências parecidas. É muito mais fácil, por exemplo, procurar sobre experiências enebeanas com a existência desse termo do que tentar achar elas no meio de um monte de postagens sobre ser bi, pan ou poli, ainda que muitas das pessoas que usem essas orientações sejam também pessoas não-binárias que sentem atração por pessoas não-binárias.



Dito isso, você já pensou sobre colocar essas traduções em um blog/site seu, ou coisa assim? Não tem problema fazer esses tópicos e eu agradeço pela atividade, mas 1) seria mais fácil de você conseguir organizar essas traduções entre categorias se fossem em um blog, e 2) como fóruns são, em geral, para discussões, e você só está postando a tradução de outra pessoa + fonte sem contextualizar, não sei se faz parte da sua intenção pedir opinião ou começar discussão sobre o texto e/ou a tradução ou se você só quer mostrar mesmo. :P
  Responder
#3
(04-09-2022, 02:15 AM)Aster escreveu: Dito isso, você já pensou sobre colocar essas traduções em um blog/site seu, ou coisa assim? Não tem problema fazer esses tópicos e eu agradeço pela atividade, mas 1) seria mais fácil de você conseguir organizar essas traduções entre categorias se fossem em um blog, e 2) como fóruns são, em geral, para discussões, e você só está postando a tradução de outra pessoa + fonte sem contextualizar, não sei se faz parte da sua intenção pedir opinião ou começar discussão sobre o texto e/ou a tradução ou se você só quer mostrar mesmo. :P

Eu já pensei em colocar em um blogue, sim, mas ainda estou postando por aqui para me organizar direitinho e para servir como uma fonte de informação que chegue de fato até as pessoas. E realmente não me incomodo que alguém discuta ou dê a própria opinião sobre a tradução que fiz.

No mais, pode deixar que vou fazer uma contextualização do conteúdo doravante quando publicar algo do tipo no fórum. :-X
  Responder


Possíveis tópicos relacionados...
Tópico: Autore Respostas: Visualizações: Última mensagem
  Tradução: Essencialismo de identidade Uriel 0 307 03-09-2022, 04:35 PM
Última mensagem: Uriel
  Tradução: Nominações dentro de a-fluxo Uriel 0 1.102 14-12-2021, 09:56 AM
Última mensagem: Uriel
  Tradução: Modelo ARC Uriel 0 869 14-12-2021, 09:09 AM
Última mensagem: Uriel

Saltar para a área:


Usuáries vendo este tópico: 1 visitante(s)