• 0 votos - 0 média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Perguntas sobre bandeiras
#1
O que decide quais bandeiras são usadas?

O que decide quais identidades possuem bandeiras?

Se eu quiser fazer bandeiras, o que tenho que fazer, além do design?

Quem pode fazer bandeiras/símbolos? Existe algum requerimento?
  Responder
#2
1) As pessoas.

Geralmente a que vai ser mais usada é a primeira a ser feita. Com a exceção de quando uma identidade resolve ter uma bandeira mais específica.

Por exemplo, a bandeira genderqueer deveria ser para pessoas não-binárias em geral, mas pessoas não-binárias resolveram fazer suas próprias bandeiras (sendo a mais popular a amarela/branca/roxa/preta). A bandeira assexual já engloba pessoas no espectro assexual, mas a maior parte dessas identidades também possuem suas próprias bandeiras.

Em alguns casos, as pessoas oferecem uma votação para ver da qual gostam mais entre algumas variantes, enquanto em outros casos, existe um processo de discussão e desenvolvimento.

Mas, no fim, as bandeiras que vão ficar mais populares são as bandeiras que as pessoas vão usar. Se todo mundo parar de usar a bandeira NB mais popular atualmente para usar outra, vai ser aquela que vai ficar como bandeira NB.

2) A vontade das pessoas. Se alguém fizer bandeira, vai ter bandeira. Se ninguém tiver interesse em fazer, a identidade não vai ter bandeira.

3) Popularizá-las. Ir em lugares como o Orientando, mas também como Pride-Flags (o deviantArt) e em blogs de comunidades específicas, e convencer de que sua bandeira é uma boa opção para representar aquela identidade. Claro que, quanto menos espaço o lugar oferece para falar de cada identidade, menor é a chance de sua bandeira aparecer lá. E, quanto mais espaço, maior é a chance de terem outras bandeiras junto.

4) Eu acho uma boa ideia ter um Tumblr, que é uma mídia mais propícia para espalhar informações do que um deviantArt ou blog pessoal. Mesmo assim, a parte mais importante é alcançar a comunidade, onde quer que esteja. Tipo, se você já tem um monte de gente gênero-fluido te seguindo no Twitter e apresentar um símbolo gênero-fluido novo, as pessoas vão espalhar isso e isso vai chegar em lugares como Nonbinary.org e Pride-Flags, mesmo sem você ter espalhado no Tumblr ou falado diretamente com essas fontes.

É claro que é muito mais fácil chegar em uma tag praticamente vazia no Tumblr, de uma identidade que não tem bandeira nenhuma, e postar lá, além de mandar mensagens para blogs relevantes pra falar disso.
  Responder
#3
Então até que é mais simples do que eu pensei! Mas imagino que seja mais fácil para identidades que já têm comunidades.
  Responder
#4
Discordo. Identidades com comunidades significam que já são relativamente grandes, o que significa que vai ser mais difícil atingir pessoas suficientes para trocar um símbolo.

Diferente de identidades para as quais você acha pouca evidência de sua existência. Para estas, existirão tão poucos resultados sobre (seja no Google em geral ou no site que você está postando) que vai ser fácil de alguém achar sua bandeira, e difícil de alguém considerar outra bandeira impopular como mais importante que a sua.
  Responder
#5
Entendido!

Mas é sacanagem passar por cima das sugestões de outra pessoa desse jeito, não? .o.
  Responder
#6
Na verdade, faz diferença ter bandeira pra essas micro-identidades? Entendi que dá pra achar a bandeira mais fácil se não tiver ninguém da identidade, mas quem é que vai carregar uma bandeira quoissexual ou panromântica para um ato? Quem é que vai colocar essas bandeiras em panfletos informativos? Quem é que vai pintar essas bandeiras na porta para dizer que são um lugar seguro para essas pessoas? .o.
  Responder
#7
@memelord_

Citação: Mas é sacanagem passar por cima das sugestões de outra pessoa desse jeito, não? .o.

Eu diria que está tudo bem, desde que você não esteja passando por cima de alguém que tem tal identidade.

Acho que é necessário bom senso, de acordo com o quão envolvido você está na comunidade, do quanto uma bandeira nova é necessária, e do quanto a(s) bandeira(s) já existente(s) é(são) importante(s).

@caah

Citação:Na verdade, faz diferença ter bandeira pra essas micro-identidades?

A diferença é só dar a um grupo de pessoas um símbolo. Um símbolo visual para acharem suas comunidades, não importa se for em um Tumblr esquecido entre 2014 e 2015 ou numa parada livre.

Bandeiras são úteis para validar identidades, inspirar gráficos e símbolos derivados, decorar espaços comunitários, adicionar cores a listas de definições. Mesmo que uma identidade nunca seja grande o suficiente para aparecer em espaços mainstream, ela pode dar orgulho a pessoas de sua comunidade.
  Responder
#8
fora que... as pessoas querem contribuir para sua comunidade? e bandeiras ajudam nisso, afinal você pode fazer um símbolo importante, ou usar um design para criar coisas para sua comunidade
  Responder


Possíveis tópicos relacionados...
Tópico: Autore Respostas: Visualizações: Última mensagem
Bandeira verde Semana de Conscientização sobre o Espectro Arromântico 2020 Aster 2 1.178 23-02-2020, 12:08 AM
Última mensagem: Aster
  Quem conta como variorientade? (AC: Contém leve discussão sobre periorientismo) Aster 3 1.815 12-12-2019, 10:15 AM
Última mensagem: kau
  Relatório sobre as rodas de validação bi do grupo Bi-sides (2018/1) Aster 0 844 03-07-2018, 02:03 PM
Última mensagem: Aster

Saltar para a área:


Usuáries vendo este tópico: 1 visitante(s)