mimi
viabinári sem ser reducionista
-/ély/y
i/éli/i

Estado:
mimi is Offline
Última Visita:
01-08-2020, 04:24 PM
Agradecimentos totais recebidos:
4 (0 por dias | 7.41 por cento do total 54)
(Encontrar todos os tópicos onde ganhou agradecimentosEncontrar todas as postagens onde ganhou agradecimentos)
Agradecimentos totais dados:
6 (0 por dias | 11.11 por cento do total 54)
(Encontrar todos os tópicos que agradeceuEncontrar todas as postagens que agradeceu)
Tempo Online:
3 horas, 8 minutos, 50 segundos
Total de Mensagens:
223 (0,16 mensagens por dia | 13.92 porcento do total de mensagens) (Procurar Todas as Mensagens)
Total de tópicos:
29 (0,02 tópicos por dia | 9.8% de todos os tópicos.) (Procurar Todos os tópicos)
A postagem mais Com agradecimento de mimi
Assunto da postagem Números de Agradecimentos
heteronormatividade/homonormatividade 1
Assunto do tópico Nome do Fórum
heteronormatividade/homonormatividade Opressões
Mensagem da postagem
(quando falo de homonormatividade, estou falando de dentro da comunidade, e de questões de visibilidade, não estou afirmando que a sociedade normaliza a identidade gay/lésbica, não botem palavras na minha boca ffs)

alguém já percebeu que existe um estranho padrão em quais identidades são invalidadas antes de outras?

eu percebo que tem muito ódio em volta de identidades como heteroflexível e bicuriose... eu entendo o argumento de monossexismo internalizado, de que pessoas não querem se identificar como multi e tentam disfarçar isso dizendo que só estão experimentando ou que só possuem exceções, mas a rejeição é um pouco exagerada, imho...

e eu acho que isso acaba criando um padrão sobre orientações não poderem ser flexíveis, sobre ter que escolher um lado n stuff

orientações fluidas muitas vezes são apagadas/questionadas, muito mais do que, digamos, gêneros fluidos... podem existir mais pessoas gênero-fluido do que abro/duo/acefluxo/outras, mas muita gente age como se a ideia de orientações serem fluidas fosse anti-gay ou anti-multi por si só, mesmo que a comunidade nem seja grande o suficiente para ter um impacto grande para fazer com que as pessoas se identifiquem como fluidas erroneamente...

lésbicas e homens gays podem ter trocentas culturas e rótulos, e já viram alguém reclamar disso? enquanto isso, as comunidades a-spec e m-spec são sempre criticadas por terem rótulos demais, algumas vezes dizendo que esses rótulos são para "recrutar pessoas incertas" para essas comunidades ao invés de se identificarem como pessoas gay/hétero "normais"

a falta de educação sobre para quê cada rótulo serve cria muito mais pessoas que não entendem sua orientação e usam rótulos errados do que o contrário... dizem que pessoas trans "se confundem com" assexuais por sentirem disforia e não quererem fazer sexo, mas já pensaram que se houvessem pessoas assexuais falando sobre experiências assexuais em espaços LGBT, essas pessoas poderiam ter uma ideia melhor sobre o que é e não é ser assexual, para que possam se identificar como pessoas com repulsa por sexo/por genitálias heterossexuais/lésbicas/pansexuais/outras?

mesma coisa pra orientações como nin, proqua, min e woma... essas orientações são principalmente para que pessoas não-binárias possam evitar ridicularização/invalidação por parte das comunidades gay e lésbica (e às vezes bi), que não querem que pessoas se identifiquem como tal rejeitando rótulos de homem/mulher ou de "gênero similar", ou rejeitando a própria atração por homens ou mulheres? não são por "ódio internalizado", são por ódio EXternalizado, wtf... e é claro que ainda vão receber ódio se identificando dessa forma, mas ao menos não precisam lidar com ódio dentro da comunidade, ou de pessoas reclamando que a definição que acharam da orientação não inclui pessoas não-binárias...

anyways, meu ponto aqui é que a valorização das identidades "fáceis de definir" ou que supostamente "todo mundo conhece" em detrimento ao resto é uma forma de heteronormatividade por si só, muitas vezes dentro do monossexismo quando isso acontece com pessoas que aceitam pessoas gays/lésbicas mas que rejeitam o resto...