• 0 votos - 0 média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
História da identidade não-binária?
#11
@human eu agradeço o esforço, mas meu tópico é realmente sobre denominações modernas, não denominações culturais específicas. =X

E seu último post parece confundir "travesti" como identidade que foi designada a indígenas e travesti como tradução de transvestite, que aí sim é uma identidade que não é necessariamente a mesma que mulher em nossa sociedade e tal.
  Responder
#12
Bem, pois é, eu disse, travesti é uma palavra bem ampla.
De identidade de gênero , pra expressão de gênero, pra profissão , pra invalidação de outras identidades. Tem muitos usos, depende do contexto.


Mas pensando nas identidades não-binarias, primeiro surgiu o termo gêneroqueer pra designar pessoas que saiam dos padrões de gênero, termo bem vago pois tanto cis, trans, binários ou não podem usar. Gêneroqueer surgiu por volta dos anos 80 nos EUA.


Pra entender identidades de gênero , também é interessante estudar expressões de gênero, termos que vem desde a antiguidade até recentemente: androgino, unissex, guria/tomboy, sissy, crossdressser/transvestite/travesti, drag king e queen, transsexual, gênero não conformativo/gnc, bofinho/butch/s#patao/caminhoneira , homem vi#do/afeminado/femme, urso/bear, mulher via#a/femme/sandalinha/doe, etc, eles fazem parte importante na história gêneroqueer.


Tá , voltando aos nbs, o termo surgiu pra englobar identidades que já existiam (as que eu listei) e outras que foram estudadas depois, nos anos 90 ate 2012 que começaram a aparecer as identidades não-binarias mais conhecidas (neutrois, gênerofluido, agênero e multigênero). Se espalharam pelas comunidades trans e de crossdressers da Internet. Depois apareceram bandeiras pra elas e tals. O Tumblr foi uma das plataformas que mais aceitaram estas identidades e a grande maioria delas surgiu dela , Tumblr também que fez bandeiras pra elas.

  Responder
#13
Então, [email protected], você chegou a ler o tópico inteiro?

Eu também já vi gente falando que genderqueer surgiu nos anos 80. Porém, nós não conseguimos achar nenhuma fonte mais concreta sobre o surgimento e a popularização de genderqueer. O que achamos foi que pessoas mais popularmente utilizavam transgênero até o meio dos anos 90, e depois disso é que começaram a ver transgênero como uma palavra mais ligada a pessoas binárias e genderqueer como uma palavra ao menos para *certas* pessoas não-binárias - outras utilizavam identidades mais específicas, e certos grupos até preferiam "polygender(ed)" para falar de todas essas identidades.

Caso você tenha alguma fonte adicional, seria uma ótima adição ao tópico!

E, yeah, se vamos falar de Tumblr, acredito que seja relevante que o grande boom em relação a identidades MOGAI foi em 2014, bastante incentivado por blogs como mogai-archive (deletado), pride-archive (inativo) e pride-flags-for-us (refeito, hoje tem mods REGs ou simpatizantes de REGs), e continuado por blogs como ask-pride-color-schemes (ativo) e mogai-lexicon (recentemente deletado), assim como beyond-mogai-pride-flags (em hiato?) e lgbtrainbowdolls (ativo); só sugiro que tenha cautela em relação a estes últimos dois. Esta onda de 2014 gerou ou foi gerada por uma onda transmedicalista que possuia o objetivo de silenciar pessoas com estas identidades, e de expulsá-las da comunidade trans.

Não tenho estatísticas brutas, mas chuto que a maior parte das bandeiras de orgulho foram feitas por moderadories do Pride Flags For Us, especialmente Roswell/pastelmemer (que na época usava o nome Raleigh, ainda preciso atualizar as páginas do Orientando) e Ita/autistic-italy (que deletou todos seus Tumblrs e deviantArts após uma certa polêmica).
  Responder
#14
Pride-flags-for-us continua ativa no deviantart, tem também lgbtrainbowdolls no Tumblr, mas sim , muitos blogs sumiram.

Olha gente gêneroqueer já existia antes do termo então fica difícil mesmo descobrir quando que surgiu, da pra ter uma idéia quando se pesquisa as bandeiras de gêneros , a grande maioria foi feita algum tempo depois da criação do termo depois de 2014.
Estas aqui são as que eu consegui descobrir a data de quando criaram elas dps de uma pesquisa.

A bandeira Transgênera no ano 2000
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/c...ag.svg.png

A bandeira neutrois ao redor de 2011
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/e...s_flag.svg

A bandeira gêneroqueer em 2012
https://vignette4.wikia.nocookie.net/gen...1228071341

A bandeira gênerofluido em 2012 também https://upload.wikimedia.org/wikipedia/c...e_Flag.png

A bandeira da androginia em 2003
http://prideflagsforus.weebly.com/upload...555062.png

A bandeira agenero também é de entre 2010 e 2012, não me lembro bem e não consegui pesquisar
outro problema é que é difícil identificar se estas foram as primeiras bandeiras.
Mas mesmo assim , gêneros tipo neutrois apareceram lá pelos anos 90, e outros como agenero e generofluido depois de 2010 até 2012.
Depois milhares de gêneros apareceram pela Internet a grande maioria deles não tendo nenhum registro específico.

Mas tipo, tem gêneros que tem a sua história registrada , como neutrois, agenero, generofluido , generofluxo, androgine (este desde o tempo da antiguidade) e demigenero e gêneros culturais (também desde a antiguidade) por exemplo.

A palavra transgenero e expressões de gênero principalmente tem registros históricos.
  Responder
#15
E só pra piorar as pesquisas sobre gente não binária, existem várias culturas que consideram gay, lésbica , androginos, crossdressers , transexuais, gente castrada, gente celibata, eunucos, transsexuais, interssexos e homens femininos e mulheres masculinas como "terceiro-gêneros", o que é muito vago.
  Responder
#16


Citação:Pride-flags-for-us continua ativa no deviantart, tem também lgbtrainbowdolls no Tumblr, mas sim , muitos blogs sumiram.

Pride-Flags =/= pride-flags-for-us lmao

Pride-Flags no deviantArt é da mesma equipe que (ask) pride color schemes no tumblr, pffu nunca teve dA

pride-flags-for-us ainda existe como tumblr, mas é uma piada, lgbtrainbowdolls também, mas pelo menos lgbtrainbowdolls corrigiu a definição de pomossexual

a maioria daqui já deve saber das informações mais modernas, porque elas estão disponíveis no próprio orientando... o problema é achar a transição de gq pra nb, que aconteceu no início dessa década, quando já tinha internet, mas que tem poucas fontes, mesmo no tumblr

also, androginia (expressão de gênero) =/= andrógine (gênero)
  Responder
#17
Yeah, ahn... se alguém tiver informações concretas sobre o assunto do tópico, eu agradeço.

Eu não me importo com derivações off-topic (como todo o negócio sobre bandeiras de gêneros específicos ou histórias sobre gêneros fora do binário em outras sociedades ou sobre como certos blogs são ruins), mas não quero que o tópico vire sobre um assunto diferente e confunda alguém que possa ter respostas, y'know...

Citação:Eu tenho curiosidade pra saber mais sobre como a identidade genderqueer foi evoluindo para não-binária, no sentido que não-binárie é o termo mais comum hoje em dia, pelo menos em contextos informados.
O que eu já sei sobre o assunto é que genderqueer se refere não só a pessoas de gêneros não-binários, mas que por algum motivo algumas pessoas dizem que genderqueer é uma identidade específica dentro da categoria não-binária, o que não faz sentido. Também sei que essa mudança foi faz uns 7 anos.
  Responder
#18
É ao contrário , gêneroqueer abrange todas as pessoas com expressão de gênero androgina, unissex , ou outra expressão de gênero não binária. Pessoas tanto cis quanto binárias podem se identificar como gêneroqueer.
Não-binaries, porém, são generoqueer mesmo se a expressão de gênero deles for ou feminina ou masculina, tanto faz.

Gêneroqueer se refere a identidades de gênero e expressões de gênero que saem do binário.


Eu penso que não-binarie surgiu pra representar um certo grupo de pessoas generoqueer que não se identificam ou não completamente ou toda hora como homem ou mulher.
  Responder
#19
Citação: Eu penso que não-binarie surgiu pra representar um certo grupo de pessoas generoqueer que não se identificam ou não completamente ou toda hora como homem ou mulher.

Eu apostaria que isso não aconteceu! Pessoas podiam utilizar identidades não-binárias específicas (neutrois, pangênero, etc.) para isso. Além disso, as evidências apontam para que:

1) Genderqueer fosse praticamente considerada uma identidade apenas para pessoas não-binárias na época que não-binárie começou a se popularizar {x} {x}

2) O termo genderqueer deixou de ser utilizado por causa do pensamento difundido no Tumblr sobre "queer ser apenas uma palavra ofensiva/política", e talvez por um mito sobre a identidade genderqueer ser transmisógina {x} {x}

( @memelord_ estes últimos links podem ser novos pra você, pode ser legal dar uma olhada)

Enquanto não-binárie seja uma palavra mais descritiva e específica do que genderqueer, acredito que o fato da substituição ter ocorrido no Tumblr e por motivos suspeitos não seja coincidência.
  Responder
#20
Agora eu tô apostando que generoqueer e não-binarie eram perfeitamente sinônimos, mas então gêneroqueer se tornou mais abrangente e passou a representar alguns expressões de gênero de pessoas binárias que lembravam identidades não-binarias de alguma forma.
Só mais uma teoria.
  Responder


Possíveis tópicos relacionados...
Tópico: Autore Respostas: Visualizações: Última mensagem
  Mais uma perguntinha .o. [mudança de identidade] caah 3 2.890 03-02-2017, 08:37 AM
Última mensagem: caah

Saltar para a área:


Usuáries vendo este tópico: 1 visitante(s)