• 0 votos - 0 média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Identidades recentes
#1
Orientando nunca vai ter todas as identidades ever, ou vai demorar bastante pra isso, então acho legal fazer um tópico para falar de identidades que foram cunhadas recentemente.

Gênero-rubi/gênero-safira/gênero-esmeralda: gêneros não-binários e vagamente fluidos. Gênero-rubi é relacionado com masculinidade, safira com feminilidade, e esmeralda com neutralidade. (x) (x) (x)

Naturaefluide: Alguém cujo gênero é fluido entre gêneros relacionados à natureza. (x) (x)

Pixiegênero (gênero-pixie?): Uma quantidade pequena de algum gênero, que também possui alguma relação com magia. (x)

Mazeplexgender (que tal labiringênero ou labiplexe?): Uma identidade melhor descrita como uma floresta ou como um labirinto, por onde é difícil navegar ou encontrar gêneros. A pessoa pode até não saber bem como "navegar" e encontrar respostas. (x)

Gênero-bússola: Um gênero que cobre gênero-sul, gênero-norte, gênero-leste e gênero-oeste. (x)

Pentho- (Pento-?): Uma atração definida por ser afetada por pesar. (x)

Só quero comentar que... essa última foi cunhada como uma piada enviada pro beyond-mogai-pride-flags, que aceita qualquer tipo de bandeira ou termo. Quando avisaram que era troll, Fy (que modera esse blog) decidiu fazer uma nova bandeira e deixar o termo porque "alguém pode realmente se sentir assim".

(Tenha em mente que isso não é uma lista completa, é só um apanhado de identidades que tenho certeza que foram cunhadas neste ano)

  Responder
#2
Adoro atualizações. ?


  Responder
#3
mazeplexgender vem de maze + complex, labiplexgênero/labiplexe faz mais sentido que labiringênero

tenho minhas dúvidas sobre o quão utilizáveis são as identidades do BMPF, não duvido que exista gente com identidades tão específicas como hea/feu/somni/pento, mas 1) alguém admitiria algo como "só sinto atração sexual quando está quente" ao invés de se dizer gray/acefluxo e 2) vir do BMPF já me daria vergonha em utilizar uma identidade assim tbh

o caso de pento é pior porque ainda foi trollagem óbvia, eu sei que existem outros termos que foram cunhados desse jeito mas ao menos são mais... plausíveis, idk

o que vocês acham de girlprox/boyprox???
http://earthmoonlotus.tumblr.com/post/14...-girl-prox
eu queria especialmente saber a opinião da @QueerNeko, por ser transfem iirc? (plz avise se você não aceita esse termo para você)
  Responder
#4
Citação: mazeplexgender vem de maze + complex, labiplexgênero/labiplexe faz mais sentido que labiringênero

Hm, verdade. Seria mais pelo som mesmo.

Citação: tenho minhas dúvidas sobre o quão utilizáveis são as identidades do BMPF, não duvido que exista gente com identidades tão específicas como hea/feu/somni/pento, mas 1) alguém admitiria algo como “só sinto atração sexual quando está quente” ao invés de se dizer gray/acefluxo e 2) vir do BMPF já me daria vergonha em utilizar uma identidade assim tbh

Certamente entendo essa preocupação, mas idk, se existem pessoas que usam, existem pessoas que usam. Termos super específicos ou que eram originalmente trollagem não são exclusivos do BMPF, e, francamente, Fy só tem uma opinião diferente de boa parte da comunidade, acreditando que pessoas podem utilizar termos supostamente problemáticos de maneiras boas, e que não tem problema que existam bandeiras de otherkin e etc. num mesmo blog que tem bandeiras de grupos marginalizados... eu não chego a seguir porque realmente me sinto mal com algumas coisas que vêm de lá, mas BMPF é melhor que muito blog de orgulho por aí.

Citação: o que vocês acham de girlprox/boyprox???

Parece fazer sentido. Idk.

Pelo menos por enquanto, não vi ninguém abusando o termo, então não diria que é ruim por padrão, mas não tenho base o suficiente pra saber se isso possui conotações cissexistas ou não.

  Responder
#5
(se quiser discutir em privado/outro tópico para parar com derail, ainda mais derail falando do beyond mogai, tudo bem)

Citação:Pelo menos por enquanto, não vi ninguém abusando o termo, então não diria que é ruim por padrão, mas não tenho base o suficiente pra saber se isso possui conotações cissexistas ou não.

yeeeeeeah... ele meio que foi feito para pessoas que possuem gênero feminino, próximo a ele, ou associado com feminilidade, mas a definição de "girlhood" inclui conexão a grupos feministas e a misoginia e basicamente algumas outras coisas que parecem desculpa terf pra incluir transmascs em espaços femininos
  Responder
#6
Sobre -prox, eu realmente não vi ninguém nem utilizando mal e nem criticando, ainda que eu concorde com suas suspeitas. É similar ao que aconteceu com os alinhamentos de gênero, imho.

  Responder
#7
@haymimi Eu acho difícil que TWERFs co-optem o termo girlprox, até pelo grande antagonismo que elas têm sobre identidades que impliquem que uma pessoa AFAB "pode não ser mulher", ou de termos como "queer".

Acho bom que a definição não diz que serviria pra pessoas de certa genitália, ou que possuem certa condição corporal, assim não implica que feminilidade ou masculinidade possuem alguma ligação explícita com a genitália. Eu aceito que possa ter alguma relação com o gênero imposto pela sociedade, mas eu não gosto muito do jeito que tá escrito aí (mais especificamente neste post) que parece implicar que pessoas AFAB possuem uma experiência universal de "girlhood" ou de misoginia. Por exemplo, eu sempre tive experiências bastante negativas com "masculinidade" e eu absorvi muito de "como ser mulher" durante minha infância e adolescência, tanto que eu não consigo considerar que fui "socializada como homem", acredito que existam pessoas transmasculinas com alguma experiência paralela a minha.

Acho que a definição poderia ter especificado que as coisas citadas não são exclusivamente para pessoas AFAB, por exemplo, as girl scouts aceitam meninas trans e os boy scouts aceitam meninos trans, assim como também existem escolas com alguma exclusividade de gênero que podem aceitar pessoas trans.

Outra coisa que seria importante que poderiam ter deixado mais claro é que é uma identidade para que exclusivamente a pessoa se identifique. Mesmo que a pessoa seja AFAB ou AMAB, isso absolutamente não deve significar que essa pessoa seja girlprox ou boyprox.

Concluindo, não acho que o termo tenha sido cunhado com alguma intenção problemática, acredito que o problema está mais na definição que abre um pouco espaço pra interpretações problemáticas. Não acho que TWERFs vão chegar a usar esses termos ao invés de "homem" e "mulher". E eu não teria problemas com espaços para pessoas girlprox que estão abertas a pessoas não-mulher AFAB, desde que incluam mulheres trans, pessoas transfemininas ou qualquer pessoa que tenha alguma ligação com feminilidade.
  Responder
#8
Ah btw, algo que estava pensando agora:

@haymimi / @QueerNeko
Que tradução que vocês acham boa para girlprox/boyprox?

  Responder
#9
@QueerNeko a questão nunca foi twerfs em si tho, e sim regs adjacentes com ideias similares, tipo 'você pode usar o rótulo que quiser mas vai ser essencialmente mulher ou homem' e 'pessoas não-binárias que parecem mulheres devem ser aceitas como lésbicas se quiserem se identificar assim mesmo que não se se identifiquem como adjacentes a mulheres'

anyways, faz bastante sentido o que você falou, também temos que ver se pessoas transfemininas no geral vão adotar esse termo... ou se vai acabar sendo utilizado mais por pessoas afab alinhadas com twerfs

@tathsantanna difícil... proxmenina ou menina-próxima não parecem ser bons termos
  Responder
#10
Proxmenino/proxmenina parece tão "estranho" quanto demimenina/demimenino, IMHO.
  Responder


Possíveis tópicos relacionados...
Tópico: Autore Respostas: Visualizações: Última mensagem
  Lista de identidades em @termos Aster 2 1.889 29-05-2018, 01:16 PM
Última mensagem: Aster
  Tópico para discutir bandeiras e símbolos recentes Aster 17 1.834 11-01-2018, 11:45 PM
Última mensagem: kau
  Apresentações de introdução a identidades Aster 9 1.043 13-12-2017, 06:04 PM
Última mensagem: Aster

Saltar para a área:


Usuáries vendo este tópico: 1 visitante(s)